Duas semanas se passaram desde que a Organização Mundial de Saúde classificou o COVID-19 como uma pandemia.

Durante este período, o epicentro da doença mudou-se da China para a Europa, e assistimos aos governos de todo o mundo a adotar medidas sem precedentes, para retardar a propagação da doença e, ao mesmo tempo, fortalecer os seus próprios sistemas de saúde, para fazer face a este desafio. Saiba que, a Diaverum atravessa esta crise com força, determinação e mais importante ainda, com um plano estruturado.

Desde janeiro que temos vindo a preparar-nos, para um cenário em que o surto de COVID-19 terá um forte impacto nos nossos países. Foi criada uma equipe de gestão de crises desde o início e mobilizámos a nossa organização global para a implementação dos nossos planos de contingência, com foco em três resultados: salvaguardar a saúde e a segurança dos nossos pacientes e da nossa equipe, garantir a continuidade operacional e apoiar a nossa equipe clínica.

Paralelamente a isso, estamos em estreita colaboração com as diferentes autoridades de saúde de cada país, de forma a disponibilizar o nosso apoio e desenvolver planos de contingência conjuntos, para a gestão dos pacientes renais que possam vir a contrair a doença.

Proteger a saúde e a segurança dos nossos pacientes e dos nossos colaboradores

As nossas clínicas já operam, com novos e rigorosos protocolos, de forma a minimizar o risco de contágio, permitindo a identificação rápida dos pacientes ou colaboradores com sintomas e garantindo o correto de cada caso. Estamos a introduzir medidas para manter os nossos pacientes a uma distância de segurança uns dos outros e evitar interações desnecessárias entre pacientes e/ou pacientes e colaboradores. Estas medidas incluem o cancelamento de atividades desnecessárias, o estabelecimento de diferentes percursos de entrada e saída de pacientes, garantindo sempre a distância apropriada dos pacientes nas áreas de espera e a revisão das condições de transporte do paciente.

Além disso, estamos a implementar rigorosos procedimentos de triagem para identificar os pacientes suspeitos, antes de entrarem na clínica e estamos a preparar-nos para tratar pacientes com COVID-19 em ambientes seguros, isolados e controlados. Instituímos também programas específicos de educação ao paciente, visando a prevenção de infeções respiratórias e de COVID-19.

A nossa liderança médica está a acompanhar de perto a pandemia e a conduzir a implementação dos nossos planos de contingência, supervisionando de perto quaisquer incidentes de COVID-19, através do nosso sistema digital renal e da interação contínua com os países.

Garantindo a continuidade operacional

No desenrolar dos planos de contingência nas nossas clínicas, pedimos a todas os colaboradores cujas funções corporativas não sejam de âmbito clínico, que trabalhassem a partir de casa, aproveitando o excelente investimento que foi feito na nossa infraestrutura de IT. Agindo desta forma contribuímos, tanto para a causa internacional de achatar a curva pandémica como ajudamos a manter as nossas equipes operacionais a salvo, para que possam continuar a dar apoio contínuo nas nossas clínicas, o que agora mais do que nunca, é fundamental.

No contexto de encerramento das fronteiras, as interrupções nas cadeias de suprimentos e a demanda global sem precedentes por equipamentos de proteção, aumentámos a nossa encomenda de compras para garantir um atempado fluxo na diálise e suprimentos de equipamentos de proteção para nossas clínicas em todo o mundo.

Além disso, temos a sorte de ter uma sólida posição financeira e tomamos todas as medidas para garantir liquidez adequada, de forma a manter os negócios seguros num ambiente incerto.

Apoiando a nossa equipe clínica

Neste momento, todos os nossos pensamentos estão principalmente com a nossa equipe clínica, com nossos preciosos médicos e enfermeiros que trabalham arduamente para estabelecer todos os novos protocolos e manter os nossos pacientes a salvo da pandemia, enquanto oferecem aos nossos pacientes um serviço compassivo. Juntamente com nossa gratidão e o nosso mais alto apreço, iremos anunciar medidas específicas em cada país, para os apoiar nestes tempos difíceis. Entre outros, estamos a introduzir esquemas de compensação extra, variados apoios e aconselhamento, de forma a facilitar as necessidades individuais de cada um, indo desde o apoio com o cuidado de crianças até ao alojamento temporário.

Em colaboração com os sistemas de saúde nacionais

Por último, durante esta crise, consideramos como nosso dever de cuidado e nossa responsabilidade social apoiar os sistemas nacionais de saúde, que gerem o próximo desafio de ter mais pacientes em diálise que necessitam de hospitalização. Por esse motivo, temos colaborado com as diferentes autoridades de saúde nacionais, no sentido de desenvolver planos conjuntos de contingência e apoiar hospitais públicos na gestão das suas necessidades excessivas de hospitalização.

Como resultado disso, em diferentes países, assistimos a alguns governos a assumir o controle de pacientes crónicos, para que eles possam designar clínicas públicas exclusivamente para pacientes com COVID-19 ou reorganizar os nossos pacientes, na rede das nossas unidades, atribuindo clínicas dedicadas a pacientes infetados.

Em alguns países, disponibilizamos infraestruturas de diálise para montar clínicas ou, como é o caso de Portugal, disponibilizámos uma clínica totalmente equipada para fortalecer a capacidade do setor público de lidar com o aumento da demanda na hospitalização. Em todas as situações, trabalhamos de perto e em parceria com as autoridades locais para servir os nossos pacientes em diálise.

Cara equipa, esta é realmente uma situação sem precedentes e, sem dúvida, enfrentaremos futuramente tempos muito difíceis, mas estamos preparados. Temos um plano sólido, a liderança médica correta, um forte ADN na administração clínica e os melhores profissionais de saúde do mundo.

Pelo exposto acima, em combinação com a nossa forte posição financeira e a nossa liderança profissional no país, não posso deixar de estar muito confiante de que sairemos mais fortes desta crise.

Agora, mais do que nunca, vamos continuar a trabalhar com força e determinação.

Estamos numa nobre missão!

Dimitris Moulavasilis

Últimas notícias

Employee

Nova Diretora Geral na Diaverum Portugal

COVID-19

A Diaverum responde ao COVID-19

Crescimento

Diaverum cede instalações de clínica ao Ministério da Saúde